Como já anteriormente noticiado, no início do presente ano letivo e devido ao elevado número de docentes colocados em Período Probatório, a DGAE entendeu oportuno criar condições de suporte às práticas dos atores do terreno, apoiando o processo de operacionalização e a reflexão sobre o processo e os instrumentos a utilizar e garantindo a coesão, a articulação e a coerência de procedimentos indispensáveis à eficácia e ao sucesso do trabalho.

Na sequência da organização da 1.ª fase das sessões de trabalho (ST) que tiveram lugar em novembro de 2017, realizou-se durante o corrente mês de maio a 2.ª fase dessas sessões. Neste quadro, os técnicos da DGAE, Dr. Fernando Alexandre e Dra. Lília Vicente, prepararam e dinamizaram um conjunto de STs com a duração de meio dia (3 horas), envolvendo cerca de 500 docentes em Período Probatório e respetivos acompanhantes internos, como se segue:

  • Lisboa: dia 8 de maio, na Escola Secundária José Gomes Ferreira;
  • Coimbra: dia 10 de fevereiro, na Escola Secundária Avelar Brotero;
  • Porto: dia 11, na Escola Secundária com 3.º Ciclo do Ensino Básico Garcia de Orta.

Estas sessões de trabalho tiveram como principais objetivos: (i) Contribuir para a análise reflexiva das práticas dos docentes; (ii) Fomentar a gestão integrada da informação e dos dados relativos à ação do docente em probatório, de acordo com as suas diversas áreas de intervenção; (iii) Promover a articulação dos intervenientes no processo de avaliação do desempenho dos docentes em probatório.

As sessões foram estruturadas a partir de uma atividade prática, realizada em grupos compostos ou por docentes em período probatório, ou pelos acompanhantes internos, integrados em grupos de recrutamento similares. A atividade deu oportunidade aos participantes para a) clarificarem e partilharem as suas visões relativamente aos dados e/ou informações que têm por relevantes para dar conta da concretização do Plano Individual de Trabalho e para b) sistematizarem os aspetos e/ou dimensões que entendem devem ser ponderados tendo em vista fundamentar a apreciação do desempenho dos docentes em período probatório.

As sessões decorreram num clima de trabalho aberto e participado tendo obtido uma avaliação muito favorável por parte dos participantes e assim cumprido os objetivos subjacentes à sua realização.

Equipa de Projetos Internacionais e de Formação

DSGRHF