Da realização dos Concursos Externo e de Integração Extraordinária para o ano letivo de 2017-2018 resultou a colocação, em vaga de Quadro de Zona Pedagógica, de 323 docentes em período probatório (PPb), dispersamente distribuídos pelo País.

Com a duração de um ano escolar, o PPb corresponde à fase inicial do processo de ingresso na carreira e tem por finalidade a verificação da capacidade de adequação do docente ao perfil de desempenho profissional e o acompanhamento da sua adaptação às exigências da profissão.

ensino probatórioO PPb é cumprido no estabelecimento de ensino em que o docente se encontra em exercício de funções e, ainda que contemple a sua capacidade de integração na escola e na comunidade educativa, tem nas suas competências didáticas, pedagógicas e científicas o seu principal foco.

Considerando a pertinente valorização deste período, a DGAE entendeu oportuno criar condições de suporte às práticas dos atores do terreno, apoiando o processo de operacionalização e a reflexão sobre o processo e os instrumentos a utilizar, garantindo a coesão, a articulação e a coerência de procedimentos indispensáveis à eficácia e ao sucesso do trabalho. Coube à Equipa de Projetos Internacionais e de Formação (EPIF) preparar e dinamizar o programa das diferentes sessões de trabalho realizadas em Coimbra, Porto e Lisboa, nos dias 27, 28 e 30 do passado mês de novembro.

Nestas sessões de trabalho, que envolveram os docentes em PPb e os respetivos acompanhantes nas respetivas unidades orgânicas, num total de cerca de 650 profissionais, o PPb foi apresentado como um tempo em que o processo de acompanhamento privilegia o desenvolvimento do currículo e o ensino-aprendizagem em contexto de sala de aula, mas também a capacidade de participação dos docentes na escola e de relação com a comunidade, bem como o seu desenvolvimento profissional. Analisaram-se e discutiram-se as finalidades do PPb e o dispositivo de operacionalização, com destaque para o plano individual de trabalho, as metodologias e práticas de acompanhamento dos docentes e o registo de informação, numa perspetiva de valorizar o desenvolvimento profissional.

EPIFEquipa de Projetos Internacionais e de Formação