“A pessoa que diz que não pode ser feito não deve interromper a pessoa que está fazendo” – Provérbio chinês.

 

No mês de junho, no âmbito da melhoria das práticas administrativas, a DSAJC apresentou à Sra. Diretora-Geral e aos restantes dirigentes da DGAE um Manual de Boas Práticas Administrativas em suporte eletrónico.

O Manual destina-se principalmente a induzir a boa aplicação do CPA, diminuindo o erro de interpretação, de aplicação, ou mesmo, a omissão. Para além das explicações que dá, quanto às diversas fases do procedimento administrativo, incorpora uma tabela de prazos que se mostra de grande utilidade no cumprimento das exigentes regras que a esse respeito o código estabelece. O Manual disponibiliza um vasto menu de minutas ajustáveis ao caso concreto, que qualquer trabalhador pode utilizar.

Pretende assim a DSAJC contribuir para a melhoria dos níveis de eficiência e de eficácia da atividade administrativa da DGAE, reforçando o caminho das “boas práticas” que tão bem tem vindo a ser desenvolvido.

Para melhor poder ser utilizado, será desenvolvido um conjunto de formações destinadas às diversas áreas de ação interna, permitindo aos trabalhadores o melhor manuseamento desta ferramenta, de modo a que passe a incorporar as rotinas procedimentais.

O Manual estará disponível na Intranet, para que facilmente constitua um instrumento de trabalho dentro da DGAE.