A construção de saberes deve, cada vez mais, estar orientada pela articulação entre as diferentes domínios do saber, razão pela qual se aderiu a este projeto que abrange o conhecimento científico e o histórico-cultural.

Com efeito, a União Astronómica Internacional promoveu uma iniciativa inédita na história da astrofísica, com o intuito de nomear vinte sistemas planetários já descobertos. Propunha-se que se atribuísse uma nomenclatura em língua portuguesa ao sistema planetário Muarae, selecionando nomes associados à época das descobertas lusas.

Assim, o MEC, através do Planetário do Porto-Centro de Ciência Viva, apresentou uma proposta, que será objeto de votação pelos alunos dos estabelecimentos de ensino envolvidos no projeto.

Aderiram a esta iniciativa duas instituições da rede das EPE: o Colégio São Francisco de Assis- Luanda Sul e a Escola Lusófona de Nampula.